UERJ
Logo IEFD

Conselho Departamental Departamentos Laboratorios
Graduação

Pós-Graduação

Extensão

Histórico

O Instituto de Educação Física e Desportos (IEFD) teve origem no Centro de Desportos da Universidade do Estado da Guanabara (CDUEG), criado em 19 de novembro de 1970. A finalidade inicial deste Centro era implantar a chamada "ginástica obrigatória" para o Ensino Superior, conforme determinava o decreto-lei 705/69. Com a Resolução 425/74 do Conselho Superior de Ensino e Pesquisa da UERJ se estabeleceram os cursos de Licenciatura Plena em Educação Física masculina e feminina, tendo o início das aulas ocorrido no segundo semestre de 1974. Com base no Parecer 209/78 do Conselho Estadual de Educação, o Conselho Federal de Educação baixou o Resolução 82.255 de 13 de setembro de 1978, reconhecendo o Curso.

Paralelamente ao desenvolvimento do seu programa de graduação, o IEFD implantou em 1978 os cursos de Técnica Desportiva em Atletismo, Futebol, Dança e Volibol.

Nos anos 80, percebendo que a concepção de professor e o processo de sua formação encontravam-se ultrapassados diante das novas exigências da sociedade (CARTA DE BELO HORIZONTE, 1984), o IEFD passou a repensar o perfil do seu egresso, bem como a organização curricular do seu curso de graduação. Delineou-se, então, o perfil de professor que se buscaria:

Formado a nível de licenciatura plena; profissional generalista, com possibilidades de aprofundamento em campo do seu interesse e com possibilidades de acesso à especialização; preparado de forma não diferenciada segundo gênero; ético, participativo, crítico, democrático; competente para atuar nos campos formal e não-formal do ensino de Educação Física e capaz de interpretar as realidades regionais e locais (Brasil - UERJ. Processo 2849/86).

Esta proposta, delineada sob forma do perfil do profissional generalista e de convicção humanista, não somente se antecipou como se viu reforçada pela Resolução 03/87 do Conselho Federal de Educação. Por decisão de seus colegiados superiores, o IEFD também fez valer esta nova concepção de formação junto aos seus cursos de Técnica Desportiva. Estes cursos serviram de base para os outros em nível de Especialização Lato-sensu, implementados a partir de 1986, nas modalidades de Atletismo, Futebol e Volibol.

Durante o desenvolvimento do projeto Lato-sensu, a vocação acadêmica dos docentes do IEFD revelou-se bem definida, como também ficou clara a necessidade profissional de se avançar nos estudos das ciências vinculadas ao Desporto. Por conseqüência, estabeleceram-se discussões internas visando a possibilidade de estruturar e implementar um programa em nível Stricto-sensu. Convênios foram assinados com as Universidades de Maryland, do Porto e com Cuba; e, através do IEFD e do seu Centro de Produção (CEPUERJ), a UERJ firmou convênio com a Secretaria de Desportos da Presidência da República (1991). Congressos nacionais e internacionais foram organizados por iniciativa do IEFD/UERJ, como o I Congresso de Educação Física de Países de Língua Portuguesa, realizado em 1989.

Em 1990, comemorando os 40 anos da criação da UERJ, o IEFD promoveu o I Congresso de Filosofia, Sociologia, História e Educação Física Comparada, tendo ainda continuado o movimento iniciado pela UERJ e pela Universidade do Porto, com o II Congresso de Educação Física de Países de Língua Portuguesa realizado na Cidade do Porto (1991) e consolidando-se em Recife (1992), com a terceira edição do evento.

No exercício de 2005, foi aprovada pela UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, a proposta de mudança curricular para o Curso de Graduação em Educação Física do IEFD, em termos de formação em licenciatura. Atendeu-se às exigências estabelecidas nas Diretrizes Curriculares Nacionais com relação tal curso, publicadas no Diário Oficial da União, e também levou-se em consideração as normas internas da UERJ para este fim. Assumimos que a filosofia de trabalho do Projeto Pedagógico que irá nortear a formação dos futuros licenciados em Educação Física, seja constituída essencialmente em torno dos temas do SER, do CONHECER (científico) e do AGIR Humano em uma perspectiva do VALOR ou do VALER e que tenha, portanto, como tese central ou nuclear “ Uma interpretação científica acerca do Valor da Pedagogia do movimento de um ente  do Ser do Homem nas Perspectivas Culturais e Humanizadas”. Assim o Curso de Graduação em Educação Física deverá assegurar uma formação generalista , humanista e crítica, qualificadora de intervenção acadêmica-profissional, fundamentada no rigor científico, na reflexão filosófica e na conduta ética.

Atualmente a estrutura acadêmica do IEFD é constituída pelas Coordenações de Graduação, de Pós-Graduação e Pesquisa e de Extensão, além de quatro Departamentos: Desportos Coletivos, Desportos Individuais, Ginástica e Ciências da Atividade Física. O programa Strictu -Sensu, está estruturado sob a égide destes Departamentos e operacionalizado diretamente pela Coordenação de Pós-Graduação e Pesquisa.

[ Topo ]